quinta-feira, janeiro 06, 2011

John Singer Sargent-Rua de Veneza

Trata-se de uma obra em que o artista americano John Singer Sargent representa uma Rua de Veneza. A temática parece estranha, uma vez que Singer estava mais dedicado aos retratos do que à paisagens.É dele um esboço muito bonito feito a carvão do grande poeta W.Butler Yeats, entre outros magnifios retratos. No entanto, ao retratar esta rua de Veneza mostra a sua habilidade para pintar paisagens algo intimistas. Amigo intimo de Claude Monet, adorava como ele, pintar em 'plein air'.Este quadro elaborado ao ar livre numa das múltiplas viagens que realizou a Veneza, mostra-nos uma das ruas desta cidade e desta tela vivemos o silêncio que desprende, e isso fica a dever-se ao facto de ter sido pintada na altura da 'siesta', quando os italianos descansam, logo depois do almoço.É por este motivo que toda a tela está quase desértica de gente, com a presença apenas de dois homens que conversam distraindo-se com a passagem da personagem principal da tela. A fachada das casas apresentam uma pintura velha e algo carcomida, evidenciando a passagem do tempo. Mesmo assim, a luz que impregna a composição é uma luz ténue, mas agradável, que compensa a dureza do negro dos trajes das duas personagens masculinas. Também em segundo plano, e já num traço algo esbatido, vemos um grupo de três pessoas sentadas no patamar de suas casas, conversando aprazivelmente à luz do entardecer. A mulher que domina toda a tela caminha com passos decididos e ligeiros, tem os olhos semiabertos, entrecruzando as mãos para as resguardar do gélido frio invernal.A seriedade do seu vestido cor de marfim e o longo xaile negro por cima dos ombros são contrastadas pelo vermelho do seu chapéu e blusa.J.Singer Sargent (1856-1925) realizou esta obra por volta de 1882.É óleo sobre tela, denomina-se de Rua de Veneza e pode ser apreciada no National Gallery of Art em Londres.


video

1 comentário:

Anónimo disse...

hi, new to the site, thanks.