sexta-feira, setembro 13, 2013

Mariano Fortuny-A Odalisca


A Odalisca




 Mariano Fortuny e Madrazo  é para mim uma figura ímpar no mundo da arte. Nascido em Granada em 1871 e falecido em Veneza em 1949, Fortuny é hoje reconhecido como uma das grandes figuras do mundo da pintura, da fotografia,  do estilismo e da cenografia. É também hoje reconhecido como uma das pessoas mais criativas do século XX, posto que as suas criações de roupa, ainda hoje são fonte de inspiração para muitos estilistas. Tendo nascido no seio de uma família de artistas, cedo se destacou como exímio pintor. Muito viajado, procurou inspirações pelos vários países onde esteve e colaborou intensamente na criação de cenários para vários espectáculos, começando então a criar o guarda roupa para os mesmos. Foram criações suas que vestiram artistas de vários espectáculos do Scala de Milão, nomeadamente para as óperas Tristão e Isolda, A Valquíria entre tantos outros. Muito virado para a arte greco-romana, Fortuny foi paulatinamente definindo  o seu estilo de alta costura, caracterizado pela criação de largas túnicas, escolhendo tecidos muito finos, quase transparentes. Muitos dos padrões desses tecidos eram também criações suas, realizando assim uma linha de criação que ia desde o tear até ao produto final.  Foi também um inovador no que às cores e às texturas diz respeito, rompendo com muitos dos cânones em vigor. Foi ao fim e ao cabo um inovador a nível do estilismo, mudando as ideias em vigor no modo de vestir e de conceber a alta costura.
Essas criações vestiram muitas figuras da alta sociedade, muitas delas frequentando o palacete que a sua família possuía em Veneza e que hoje  ostenta o seu nome. No Museu do Traje em Madrid podemos apreciar muito do que Fortuny nos legou em matéria de estilismo, assim como muitas das suas criações a nível pictórico.
Contudo, e como referi mais acima Fortuny não foi só conhecido por ser um excelente estilista, ficou também para sempre ligado ao mundo da arte no qual a sua obra A Odalisca é um exemplo da mestria deste pintor.Cultivando muitas vezes a forma nua ao estilo greco-romano que tanto era apreciado pelo mesmo, rapidamente se deixou seduzir pelo ambiente oriental, concebendo um dos nus femininos mais esplendorosos que  de todo o século XX.
Nesta obra que o  pintor denominou de A Odalisca, uma criação sua de 1891 , vemos a representação do corpo de uma mulher totalmente nu enfeitado apenas com um bonito colar de pérolas, uns grandes brincos  e com uma pulseira em cada braço. Os seus cabelos negros são realçados pela cor clara do seu corpo e pelos panos que cobrem o leito. O fundo é escuro  e a um canto da tela vemos uma figura masculina que deleita a Odalisca tocando um instrumento musical. É uma figura apagada e escondida, que apenas serve um propósito, o de deleitar esta mulher que de olhos semi cerrados se  refugia num mundo só seu, esquecida até do seu próprio corpo, deleitando-se nos sons retirados daquele instrumento musical.
 Fortuny consegue com esta tela uma representação muito naturalista e muito ardente de um nu feminino, conseguindo-o através da postura despudorada do seu modelo e de si próprio. Nesta tela o pintor evidencia também ser alguém que domina de uma forma magnifica as cores  criando um ambiente árabe de extraordinária riqueza cromática e luminosidade.
Uma obra magnífica!
No filme que aqui se encontra  poderão ver algumas das criações de alta costura deste Mariano Fortuny.
video

Sem comentários: