segunda-feira, abril 11, 2011

Adriaen van Ostade-Interior com Camponeses

Num interior abarrotado de objectos, uma mãe e um filho estão sentados junto à janela, enquanto, ao fundo, três homens com aspecto pobre e rude bebem e parece conversarem ruidosamente.A família, é, nitidamente bastante pobre, facto realçado pelas conchas de mexilhões e cascas de ovos espalhados pelo chão sujo e desmenzelado.Outros objectos da cena, como a roca de fiar e a dobadoura de lã, representam não o entretenimento de antepassados ricos mas sim instrumentos de trabalho árduo dos pobres. A recusa que o bebé faz à comida que a mãe lhe dá pode querer referir alguma mensagem moral do género:("A pobreza acontece àqueles que recusam o que lhes é oferecido"), embora o tom geral desta pintura seja mais decorativo do que moralizante.Adrien Ostade,(1610/1685) foi um artista holandes bastante prolífico e que se especializou em pintar cenas da vida doméstica/quotidiana.Nos trabalhos posteriores (que poderão ser apreciados no fimezinho que aqui aparece), a sua paleta deixou de ser tão escura e triste, ganhando vivacidade e colorido. Os seus camponeses passaram a ser melhor comportados (e mais abastados) e os interiores das casas bem mais asseados. Esta obra intitulada de "Interior com Camponeses", foi realizada em 1663, é óleo sobre madeira, tem 34x40 cm e faz parte do Wallace Collection, Londres.
video

Sem comentários: