terça-feira, maio 29, 2012

The Great Gatsby

Este filme O Grande Catsby, tirado da obra do escritor norte americano F. Scott Fitzgerald, só estrará lá para o fim do ano, mas o trailer já circula. É com Leonardo DiCaprio que paulatinamente se tem vindo a afirmar como um grande ator e com a bela Carey Mulligan cuja carreira já aqui abordei  a propósito  do seu filme Drive. Outro valor seguro que aqui aparece também é Tobey Mcguire( o ex Homem Aranha) e Joel Edgerton. Como sempre gostei das obras deste escrito e da anterior adaptação com R.Redford e Mia Farrow, (na altua o filme foi até galardoado com dois Oscares), estou ansiosa para ver como será esta nova versão.Pelo trailer a coisa promete...a ver vamos.

sábado, maio 26, 2012

Sombras da Escuridão

Ontem fui ver o filme  Sombras na Escuridão do irreverente realizador Tim Burton e simplesmente amei!o O filme é genial, genial...mesmo.É longo, preparem-se para quase 3 horas de filme, mas vale a pena cada cena.Nem damos pelo tempo passar, porque a prestação de Jonny Deep e a realização de Burton são tão electrizantes que damos por nós a ver o final do filme sem nos termos cansado, aborrecido, bocejado ou enfastiado.A história está muito bem urdida a prestação dos atores fantástica.  Vemos uma Michell Phieffer, num papel muito longe daquilo que estamos habituados a ver, Eva Green, na bruxa perfeita, e  Helen Bonham Carter, mulher de Tim Burton  tal como J.Deep as alma maters de todos os filmes do realizador  perfeitos nos seus papeis.Ela no papel daquela louca psicanalista e ele no vampiro Barnabas Collins.Adorei a última cena do filme em que o realizador não poderia deixar de prestar homenagem...à sua amada esposa deixando precisamente que ela brilhasse...  na dita última cena.A história parte de uma série que fez furor nos E.U.A já há longos anos e Tim Burton junta-se a J.Deep (que é o produtor) para realizarem este filme que nos conta a história do desgraçado Barnabas Collins que  tendo o mundo a seus pés ou pelo menos a cidade de Collinsport, Maine, mestre da mansão Collinwood,  rico, poderoso e um playboy inveterado comete o grave erro de partir o coração a Angelique Bouchard (Eva Green). Uma bruxa, em todos os sentidos da palavra, Angelique amaldiçoa-o com um destino pior que a morte: torna-o num vampiro e enterra-o vivo. Dois séculos depois, Barbabas é inadvertidamente libertado do seu túmulo e emerge num mundo muito diferente do seu, no ano 1972. Ele regressa à mansão Collinwood e descobre que a outrora grandiosa mansão caiu em ruína. Os restantes membros da disfuncional família Collins saíram-se um pouco melhor, cada um escondendo os seus próprios segredos obscuros. A matriarca Elizabeth Collins Stoddard (Michelle Pfeiffer) chamou para viver consigo a psiquiatra Dr. Julia Hoffman (Helena Bonham Carter) para a ajudar com a sua problemática família. Também residem na mansão o irmão de Elizabeth, Roger Collins, (Jonny Lee Miller), a sua filha adolescente rebelde Carolyn Stoddard (Chloe Moretz), e o precioso filho de 10 anos de Roger, David Collins (Gulliver McGrath). No fim são descobertos segredos escabrosos, há fantasmas saidos do túmulo,um lobisomem, há sexo louco e desenfreado, há caçadeiras,criados hipnotizados, fogo, enxofre, gente atirada de penhascos,um enorme e belissimo candelabro de cristal,uma nanny etérea, muito sangue e algumas boas gargalhadas, porque este Barnabas Collins, tal como o Eduardo do filme "Eduardo Mãos de Tesoura" e o Willy Wonka, do "Charlie e a Fábrica de Chocolates", vão ficar para sempre, como marcos na carreira de Deep.Um filme a irem ver...e a passarem umas boas horas de puro entretenimento.

sexta-feira, maio 18, 2012

Pensamentos e Orquídeas

"Um segredo pode ser guardado por três pessoas, se duas delas estiverem mortas"
Benjamim Franklin


"Não há maior tristeza do que recordar quando estamos na miséria, a altura em que fomos afortunados"
Dante



"Não sofremos com o choque do nosso trauma, mas retiramos-lhe o que cumpre os nossos objectivos".
 Alfred Adler

"A arte de viver reside na ténue mistura entre soltar e agarrar"
H.Elias

"Há um provérbio chinês que diz: Na mesma mesa de jogo não há pais e filhos".

"Todos querem ir para o céu, mas ninguém quer morrer".
Joelouis

"Alguns de nós pensam que aguentar nos torna mais fortes, mas por vezes é o facto de desistirmos que faz com que sejamos fortes".
H.Hesse

"Não são as coisas que mudam, somos nós".
H.Thereau

"A esperança é a fé a estender as suas mãos no escuro".
G.Iles

"Onde existe raiva, há sempre dor subjacente".
Eckart Toole

"Vive de modo a que quando os teus filhos pensaram em justiça e em integridade, pensem em ti".
H.Jackson Brownjr

"Alguém disse certa vez que amar é dar a alguém a capacidade de nos destruir, tendo sempre a fé que o outro não o fará".
Anónimo

"Por cada boa razão que existe para mentir, há sempre uma razão melhor para contar a verdade".
 Bo Bennett

"A memória é uma coisa complicada.É da família da verdade, mas não é a sua imã gémea".
Barbara Hingsolver

"Nada fixa as coisas de forma tão intensa na memória, como o desejo de a esquecer".
Montaigne

"Cada um de nós é o seu próprio diabo e fazemos deste mundo o nosso próprio inferno".
Oscar Wilde

"E se tudo o que vemos ou parecemos não passa de um sonho dentro de outro?".
E.Alan Poe

"Nunca confies naquele que já quebrou a tua confiança".
W.Shakespeare

"Poderás ser enganado se confiares demasiado, mas viverás atormentado se não confiares o suficiente".
Frank Crane

"A igualdade pode ser um direito, mas nada a poderá transformar num facto".
Honoré de Balsac

"Eu sou pela verdade independentemente de quem a diz. Sou pela justiça independentemente de quem a condena ou defende".
Malcon X

Respostas Desencorajadoras

 ELE: Posso pagar-lhe uma bebida ?
ELA: A bem dizer, prefiro que me dê o dinheiro.

ELE: Eu sou fotógrafo. Tenho andado à procura de um rosto como o seu.
ELA: E Eu sou cirurgiã plástica. Tenho tenho andado à procura de um rosto como o seu.

ELE: Viva. Nao nos encontrámos já uma ou duas vezes ?
ELA: Só pode ter sido uma. Eu nunca cometo o mesmo erro duas vezes.

  ELE: Onde é que foi buscar tanta beleza ?
ELA: Devem-me ter dado a sua parte.

 ELE: Quer sair comigo no próximo sábado ?
ELA: Lamento. Vou estar com dores de cabeça.

ELE: Essa carinha deve dar a volta a muitas cabeças.
ELA: E essa deve dar a volta a muitos estômagos.

ELE: Vá, nao seja tímida. Peça-me para dar uma volta.
ELA: Está bem: vá dar uma volta.

ELE: Acho que eu a podia fazer muito feliz.
ELA: Como? Vai-se embora ?

ELE: Que me diria se eu lhe pedisse para casar comigo ?
ELA: Nada. Nao consigo falar e rir ao mesmo tempo.

ELE: Pode dar-me o seu nome ?
ELA: Porquê ? Nao lhe deram já um ?

ELE: Vamos ao cinema ?
ELA: Eu já vi esse filme.

ELE: Por onde tem andado, que só agora a conheci ?
ELA: A esconder-me de si.

ELE: Nao nos encontrámos já num lugar qualquer ?
ELA: Já. É por isso que nunca mais lá fui.

 ELE: Esse lugar está vago ?
ELA: Está. E se você se sentar, este também.

ELE: O seu corpo é como um templo.
ELA:Lamento, mas hoje não há  missa

 ELE: Se eu pudesse vê-la nua, morria de felicidade.
ELA: Se eu o visse nu, morria de riso.

domingo, maio 13, 2012

Drive

Não o tendo visto no cinema,esta obra do realizador Nicolas Winding Refn ,por indisponibilidade de tempo (e com grande pena minha) aluguei ontem este Drive.Estive sempre atenta a ver quando é que ele ia para aluguer e assim que o apanhei sentei-me logo no sofá para apreciar este filme  galardoado com vários prémios internacionais,  que esteve bastante tempo em cartaz, mas considero que não esteve tempo suficiente para o magnífico  filme que é (se olharmos o panorama cinematográfico há filmes em cartaz que não merecem nem lá estar nem o preço do bilhete), com um ator excepcional ,posto que Ryan Gosling, é para mim um dos grandes nomes a reter nos tempos futuros e realizado com baixo orçamento.O filme é fantásticoooo, fantástico mesmo!É daqueles filmes com uma estética visual, com um personagem tão único, que  muitas obras  cinematográficas futuras, tenderão a copiar toda a estética visual deste filme tão original.Se atendermos bem, o filme não tem nada de especial, mas Nicolas Refn (vencedor há um ano do Prémio de  Melhor Realizador de 2011 em Cannes) teve o dom de saber misturar os ingredientes e escolher os atores certos para criar esta história que nos prende do iníco ao fim. O que aqui vemos com prazer é  vida de   um duplo de cinema especializado em condução, que  utiliza as suas habilidades ao volante participando em assaltos conduzindo os assaltantes em fuga.Fá-lo  com profissionalismo, brio, frieza  e muita calma. Contudo, um dia vê a sua metódica e controlada vida espartana, virada do avesso quando se apaixona pela vizinha do lado, uma magnifica Carey Mulligan (outra atriz que a meu ver é outra  estrela em plena ascensão) juntando-se a isso um marido saído da prisão,uma criança dócil,um  saco de dinheiro roubado, máfias italianas   e por fim... a sua cabeça a prémio.Os 15 minutos iniciais do filme, a cena do elevador   e aquele final algo inesperado, são para  mim antológicos.São cenas que retemos para sempre na nossa memória, qual cena do chuveiro no filme Psico de A.Hitchcock e o ataque dos Pássaros no filme homólogo.Vemos aqui um frio  A.Brooks num papel ao arrepio do que estamos habituados, e um Ron Perelman, a fazer aquilo que o carateriza... o brutamontes ignorante.Um filme a ver, rever, comprar e guardar, visto que este Drive, possui uma personagem única, personagens que retemos na nossa memória, e é sempre um prazer acompanharmos um Ryan Gosling guiando um Chevy Impala prateado, de palito na boca, blusão de cetim com um escorpião nas costas e um assustador martelo na mão direita...ah e os respetivos pregos.Vejam e deliciem-se com esta obra incomparável.

sexta-feira, maio 11, 2012

Quando for Grande....



Quando for grande não quero ser movida pela maledicência, inveja, rancor ódio!


Quando for grande não quero ser abandonada por todos aqueles amigos que considero serem minhas almas gêmeas!


Quando for grande não quero ser pobre de espírito, mas também não quero ser detentora de todo o saber!


Quando for grande não quero ser governada por déspotas, ignorantes e corruptos!


Quando for grande não quero ser aquilo que não sou hoje!

segunda-feira, maio 07, 2012

Comer

3 amigos, 44 dias, 18 voos, 30 mil quilómetros, um vulcão em erupção, 2 câmaras… uma jornada pela gastronomia de 11 países, num minuto épico!

quinta-feira, maio 03, 2012

Amigos Improváveis (Intouchables)

Adorei este filme francês...gostei muito mesmo.Fui vê-lo há dias.A sala do cinema estava cheia, lotação esgotada.O filme está há semanas em cartaz.Pelo que me disseram na bilheteira....sempre sala cheia.Para conseguir um bilhete tive que sentar-me nos lugares à frente que eu detesto, mas valeu a pena.O filme é divertidissimo, ternurento, faz-nos pensar, mostra uma França que não é a dos cartazes turísticos, é tocante...enfim...um filme a ver com um sorriso nos lábios e uma lágrima no canto do olho.Saímos bem dispostos, apesar de estarmos perante a tragédia de de Fhilipe um tetraplégico (após um acidente de parapente), um rico aristocrata, que contrata Driss, um jovem senagales que vive  nos subúrbios, de Paris, praticamente acabado de sair da prisão, para o assistir no dia a dia, e que parece a pessoa menos adequada para a função. Juntos, vão fazer renascer Vivaldi, recuperar "Earth Wind and Fire", o verbo e o portão, os fatos clássicos e os fatos de treino. Vão desconstruir clichés, criar situações caricatas, rir da tragédia, dando assim  nascimento a uma amizade tão louca, divertida e forte quanto inesperada, uma relação única que vai produzir faíscas e torná-los verdadeiros amigos improváveis.A realização é de Eric Toledano Olivier Nakache.Os atores principais são François Cluzet,no papel de paraplégico e de Omar Sy como jovem senegales.O filme conta-nos uma história verídica e no fim é o próprio Fhilipe que aparece nas imagens finais. Temos ainda a presença da divertida e ternurenta governanta interpretado pela grande Anne Le Ny e a presença da lindíssima Audry Fleurot como a tentadora secretária de Fhilippe. Recomendo-vos este filme, darão por bem empregue o vosso bilhete de cinema.O filme foi um êxito tremendo em França, tem sido um êxito por toda a Europa e tem conquistado muitos admiradores por este mundo fora. O   cinema francês está vivo e recomenda-se.Magnifico!

terça-feira, maio 01, 2012

1 de Maio

Achei esse Doodle lindíssimo.Por isso o coloca aqui para assinalar este dia 1 de Maio, dia de todos os Trabalhadores.