segunda-feira, janeiro 31, 2011

Prémios do Sindicato dos Actores

Colin Firth e Natalie Portman foram os premiados pelo Sindicato dos Actores. Cada vez mais perto dos Óscares, os Prémios do Sindicato dos Actores reforçaram a tendência do que poderá vir a ser a noite das estatuetas douradas ao confirmarem o favoritismo de Colin Firth, Natalie Portman e Christian Bale. Com a noite de entrega dos Óscares cada vez mais perto (a 27 de Fevereiro), cada prémio que a antecipa torna-se um barómetro do que poderá vir a suceder na noite mais aguardada do ano no mundo do cinema. Os galardões do Sindicato dos Actores são, nesse percurso, bastante considerados, por serem votados por muitos dos membros da Academia que votarão nos premiados às estatuetas douradas. E os prémios deste ano não fugiram à tendência geral, já confirmada pelos Globos de Ouro: Colin Firth ganhou o prémio de Melhor Actor por «Discurso do Rei», Natalie Portman o de Melhor Actriz por «Cisne Negro», Christian Bale o de Melhor Actor Secundário por «The Fighter» e Melissa Leo o de Melhor Actriz Secundária também por «The Fighter». «Discurso do Rei» conquistou também o prémio para o Melhor Elenco, que integra nomes como Geoffrey Rush e Helena Bonham Carter, e Ernest Borgnine recebeu uma ovação de pé ao receber o Prémio de Carreira.
Lista completa de premiados:
Melhor Elenco :«Discurso do Rei» - Anthony Andrews, Helena Bonham Carter, Jennifer Ehle, Colin Firth, Michael Gambon, Derek Jacobi, Guy Pearce, Geoffrey Rush, Timothy Spall
Melhor Actor :Colin Firth - «Discurso do Rei»

Melhor Actriz : Natalie Portman - «Cisne Negro»
Actor Secundário : Christian Bale - «The Fighter»
Actriz Secundária : Melissa Leo - «The Fighter»
Prémio de Carreira: : Ernest Borgnine
Melhor Actriz em Série de TV - Drama :Julianna Margulies - «The Good Wife»
Melhor Actor em Série de TV – Drama :
Steve Buscemi - «Boardwalk Empire»
Melhor Actriz em Série de TV – Comédia : Betty White - «Hot In Cleveland»
Melhor Actor em Série de TV – Comédia : Alec Baldwin - «30 Rock»
Melhor Elenco em Série - Drama : «Boardwalk Empire»
Melhor Elenco em Série - Comédia : «Modern Family»

domingo, janeiro 30, 2011

O Homem Invisível

Liu Bolin é um artista chinês de 36 anos, que encontrou uma forma peculiar de se expressar: pinta-se de forma a ficar camuflado no meio que o rodeia. Veja algumas das pinturas e descubra.. onde está o Bolin!

Hereafter-Depois da Vida

Gostei muito, mas mesmo muito, deste último filme do realizador Clint Eastwood.O filme tem todos os ingredientes para não agradar a muita gente e não é de admirar que este Hereafter tenha sido um relativo fracasso nos E.U.A.Pelo que tenho lido o filme está a ser muito bem recebido na Europa e isso é bom, porque de facto o filme é óptimo. A sensação que tive ao sair do cinema foi que o dom/maldição que o personagem principal possui é perfeitamente possível, porque Clint Eastwood não facilita, não facilita mesmo, e vai mais longe, desmistifica completamente muitos dos dons advinatórios/ mediunicos que proliferam como cogumelos e que se alimentam da tristeza e da dor alheia.Outro aspecto, é que o realizador não caí no melodrama fácil, e mesmo a morte de um dos irmãos gémeos é feita de uma forma extremamente contida.É um filme lento, reflexivo, doloroso, e os únicos momentos de sobressalto são as geniais cenas do Tsunami no Sudoeste Asiático e os terríveis atentados em Londres, momentos chaves do filme e que são filmados de uma forma que só um grande realizador conseguiria fazer.Matt Damon, e Cécile de France estão absolutamente magníficos, assim como todo o elenco, inclusive os irmãos gémeos, que apesar de terem diálogos mínimos, conseguem a meu ver, marcar com a sua presença todo o enredo.Pelo que pude ver ontem, o filme está a ter grande aceitação em Portugal e isso mesmo pude constatar quando o fui ver, estando a lotação esgotada.C.Eastwood continua em grande e na mesma linha do Grand Torino a "manter uma relação" com a morte, de uma forma irresistívelllll.Grande Filme, Grandes actores, Magnífica história!

sábado, janeiro 29, 2011

127 Horas

Para quem gosta de filmes emocionantes e de retirar o fôlego vai amar este filme de Danny Boyle, o mesmo realizador de "Quem quer ser Milionário".O filme chama-se "127 Horas" e é baseado no caso verídico de um rapaz aventureiro de seu nome Aron Ralston, que enquanto escalava uma montanha no Utah, caí pela fenda estreita existente entre duas rochas, ficando com um dos braços preso durante terríveis 5 dias. Sozinho e sem comunicação, ele aguenta os 5 dias, até que num acto de desespero total para salvar a vida, resolve cortar o próprio braço com um canivete que tinha no bolso. Este horrível pesadelo dá nome ao filme, sendo Aron Ralston, interpretado pelo actor James Franco, que está precisamente indigitado para melhor actor principal, precisamente por este seu visceral papel. O filme é baseado no biografia do próprio Aron Ralston que também foi consultor do filme.James Franco pode não ganhar o Óscar, mas este é o papel de uma vida.Absolutamente fabuloso!

sexta-feira, janeiro 28, 2011

Bons Spots Publicitários


Artemisia Gentileschi-Nascimento de São João Baptista

Esta obra representa o nascimento de São João Baptista. O tema em questão aparece no primeiro plano da composição.Quatro mulheres rodeiam o recém-nascido e ocupam-se do seu asseio. Esta pintura foi considerada por muitos o mais cuidadoso estudo de interior de todo o século XVII, em Itália.A pintora Artemisia Gentileschi (1596-1651/53), representa nesta tela uma visão quotidiana e íntima, graças ao emprego de luzes e sombras colocadas em pontos estratégicos, à maneira do pintor L.Caravaggio.Os rostos da mulheres revelam um grande realismo.A pintora concentra também a luz no bebé e esta como que se expande, iluminando os rostos das mulheres que o rodeiam. No fundo da composição, podemos também ver duas mulheres e um ancião (que parece descrever numa tira de papel o momento do nascimento), na penumbra.O contraste entre luz e sombra aproxima esta pintura da arte do maior expoente de tenebrismo:L.Caravaggio. Também a profundidade do espaço compositivo é evidenciada pela representação da estrutura arauitectónica que aparece ao fundo. O conde de Monterrey, vice-rei de Nápoles,parece ter encomendado uma série da vida de São João Baptista, com o fim de decorar o Palácio del Buen Retiro.A esta série pertencem quatro telas do pintor napolitano Massino Stanzione e indubitavelmente de Artemisia Gentileschi.Esta obra intitulada de "Nascimento de São João Baptista, foi realizada por esta artista por volta de 1635, tem 184x258cm, é óleo sobre tela e pode ser vista no Museu do Prado em Madrid.

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Timelapse

Há um ano, Eirik Solheim montou uma máquina fotográfica num parque em Oslo, na Noruega, programada para tirar uma foto de 30 em 30 minutos, todos os dias. O resultado é este interessante 'timelapse' que nos mostra 2010 em 2 minutos. Interessante!

2011


Vejamos algo de muito estranho que vai acontecer neste ano de 2011.
Este ano vamos experimentar quatro datas incomuns .... 1/1/11; 1/11/11;11/1/11; 11/11/11 mas há ...... mais!!! Pense nos 2 últimos dígitos do ano em que nasceu. Some-os à idade que vai ter este ano e a soma será igual a 111, mas, o mais estranho é que esta soma será igual para todas as pessoas do mundo. Se não acreditar então faça o teste e verifica por si mesmo
. Que coisa esquisita, não é?

quarta-feira, janeiro 26, 2011

The Adjustement Bureau-Agentes do Destino



Estreia em Portugal a 10 de Março de 2011 o filme «The Adjustement Bureau»,baseado num conto do grande escritor de ficção científica, Phillip K. Dick, com o título em português de «Os Agentes do Destino» .Esta história centra-se na relação entre um político e uma bailarina, relação essa dificultada por um grupo de homens misteriosos que defende que ela sai fora da esfera de acontecimentos prevista por alguma ordem superior. Este filme faz a Estreia na realização do argumentista George Nolfi («Ultimato», «O Sentinela»), tendo Matt Damon,a bonita Emily Blunt e Terence Stamp nos papéis principais papéis.

Homens na Cozinha



terça-feira, janeiro 25, 2011

Nomeados para os Óscares 2011


Os filmes «O Discurso do Rei» e «Indomável» lideram nomeações aos Óscares com 12 nomeações.Assim, «O Discurso do Rei» lidera a corrida aos Óscares, seguido do novo filme dos irmãos Coen, «Indomável», com 10. «A Rede Social», «Cisne Negro» e «The Fighter» também estão entre os mais nomeados. «Cisne Negro», «The Fighter», «A Origem», «Os Miúdos Estão Bem», «O Discurso do Rei», «127 Horas», «A Rede Social», «Toy Story 3», «Indomável» e «Winter's Bone» são as 10 películas nomeadas ao Óscar de Melhor Filme do ano, na 83ª edição dos prémios atribuídos anualmente pela Academia de Artes e Ciências de Hollywood. Cinco destes filmes acumulam também nomeação ao troféu de Melhor Realizador, este ano para Darren Aronofsky («Cisne Negro»), David O. Russell («The Fighter»), Tom Hooper («O Discurso do Rei»), David Fincher («A Rede Social») e os irmãos Joel e Ethan Coen («Indomável»). «O Discurso do Rei» acumula ainda nomeações ao Óscar de Melhor Actor (Colin Firth), Melhor Actriz Secundária (Helena Bonham Carter), Melhor Actor Secundário (Geoffrey Rush), Melhor Argumento Original, Melhor Fotografia, Melhor Direcção Artística, Melhor Guarda-Roupa, Melhor Montagem, Melhor Banda Sonora e Melhor Som. A grande surpresa nas nomeações são as 10 designações para «Indomável», o «remake» de «A Velha Raposa» assinado pelos irmãos Coen, que não tem tido o mesmo destaque nas restantes cerimónias de entrega de prémios. Entre as principais nomeações, destaque para a de Jeff Bridges como Melhor Actor e da estreante Hailee Stanfield como Melhor Actriz Secundária. Com oito nomeações, «A Rede Social», continua a ser um dos filmes favoritos à vitória, com Jesse Eisenberg a estrear-se na cerimónia com a designação a Melhor Actor. Mark Wahlberg, por seu lado, falhou na nomeação à melhor interpretação masculina, mas conseguiu que o filme que produziu e protagonizou, «The Fighter», tivesse sete nomeações, incluindo Melhor Actor Secundário para Christian Bale, o grande favorito, e Melhor Actriz Secundária para Amy Adams e Melissa Leo. No capítulo da Melhor Longa-Metragem de Animação, com apenas três nomeados, houve uma surpresa: o francês «O Mágico», de Sylvain Chomet, conseguiu colocar-se lado a lado entre «Toy Story 3» e «Como Treinares o Teu Dragão», batendo assim contendores como «Entrelaçados» e «Gru, o Maldisposto». «Toy Story 3» foi também nomeado para Melhor Filme, sendo a terceira fita de animação a conseguir tal feito. No capítulo do Melhor Filme Estrangeiro (ou mais correctamente Melhor Filme de Língua Não Inglesa) temos o caso raro de três dos filmes já poderem ser vistos em Portugal: o grego «Canino» estreou em Julho último, o argelino «Fora da Lei» chegou às salas nacionais há duas semanas, a 13 de Janeiro, e o mexicano «Biutiful», que valeu também a Javier Bardem a nomeação ao Óscar de Melhor Actor, estreará esta semana. Os outros dois nomeados são o canadiano «Incendies» e o dinamarquês «In a Better World», que venceu já o Globo de Ouro. Num caso muito raro, um dos anfitriões da cerimónia dos Óscares é também nomeado ao Óscar de Melhor Actor: James Franco, por «127 Horas», que apresentará o evento com Anne Hathaway. Esta 83ª cerimónia dos Óscares vai decorrer em Los Angeles a 27 de Fevereiro de 2011.

segunda-feira, janeiro 24, 2011

Detesto

Detesto que não me respondam aos meus sms;

Detesto chegar atrasada;

Detesto sopa e café frio;

Detesto que me façam promessas e não as cumpram;

Detesto erva daninha;



Detesto uma jarra com flores murchas;



Detesto pão duro;

Detesto estar com frio;

Detesto que me amarrotem os papéis;

Detesto que não me devolvam os meus Livros, CD(s) e DVD(s);

Detesto roupa e calçado sujos;

Detesto ir ao dentista e à ginecologista;

Detesto gente rude;

Detesto estar num restaurante cheio de crianças barulhentas e aos saltos pela sala;

Detesto casas sujas e desarrumadas;

Detesto que no cinema comam pipocas ruidosamente;

Detesto que numa fila passem à minha frente;
Detesto engomar;
Detesto ter desilusões...sejam elas quais forem;
Detesto estar constipada e não ter cheiro;
Detesto que me falem aos gritos;
Detesto a intriga e a maldade;
Detesto que maltratem os animais;
Detesto ser mal interpretada;
Detesto.....detestar!

domingo, janeiro 23, 2011

Parkour

O Parkour (percurso de obstáculos) é uma actividade física difícil de categorizar.Esta arte ou disciplina assemelha-se muito às artes marciais. De acordo com o fundador David Belle, o espírito no Parkour é em parte a superar todos os obstáculos que se nos deparam no nosso caminho, sendo isso feito de uma forma rápida e eficaz. O praticante deve mover-se o mais rapidamente possível, tem que tentar sempre ganhar a maior vantagem sobre os seu adversário, quer seja em situações de fuga ou perseguição. Tal como acontece nas as artes marciais, o Parkour acaba por dar ao praticante grande agilidade física, muita força física e mental, preparando o seu corpo para enfrentar situações adversas. Por tudo isso, acaba por ser difícil categorizar esta modalidade que já tem milhares de adeptos por todo o mundo. Os muitos milhares que a praticam, quando postos perante a necessidade de explicar o que estão a fazer acabam invariavelmente por responder: "Parkour é Parkour". Uma importante característica desta disciplina é sua eficiência. Um praticante não só move-se o mais rapidamente possível, como também da maneira energeticamente mais económica e o mais directamente possível. Deve evitar ferir-se assim como tentar não superar obstáculos que estejam para além das suas capacidades físicas.O Parkour requer absoluta concentração e consciência dos obstáculos .O praticante deve previamente fazer uma avaliação da distância, capacidade e risco daquilo que pretende ultrapassar. Deve aliar à força física, grande concentração mental. O Parkour é uma arte que requer também muita disciplina, bom-senso, e respeito pelos nossos limites, pois só assim os acidentes podem ser amenizados ou até evitados. São raros os acidentes relacionados com esta arte, mas podem ser graves devido a muitos praticantes subestimarem os riscos da prática e à excitação e adrenalina do momento.

Cerimónia de Encerramento da Expo Shangai

Édouard Manet-O Pequenique

Édouart Manet nasceu em Paris a 23 de Janeiro de 1832 (faz hoje precisamente 179 anos) e morreu na mesma cidade em 1883. O seu pai, Auguste Manet era um alto funcionário do Ministério da Justiça e descendia de uma ilustre família burguesa da capital francesa. A sua mãe (cujo sobrenome de solteira era Fournier) era filha de um diplomata francês na Suécia. Manet tinha dois irmãos mais novos: Eugène e Gustave. Apesar da educação austera, E.Manet pode descobrir o mundo artístico graças a um tio, o capitão Édouard Fournier, que levava Édouard e seu irmão Eugène às galerias do Museu do Louvre para admirar os grandes mestres. Aos 12 anos, Édouard foi enviado para o colégio Rollin (hoje liceu Jacques Decour), perto de Montmartre. Na escola, Édouard foi era um aluno pouco aplicado e um pouco insolente. Os péssimos resultados obtidos por Édouard na escola fizeram com que a sua família repensasse as ambições acerca desse filho primogénito pois queriam que Manet seguisse Direito. Cientes que Édouard não tinha vocação para uma carreira jurídica os seus pais não se opuseram ao seu desejo de tornar-se marinheiro. O primeiro fracasso ao tentar entrar na Escola Naval fez com que Édouard só entrasse para carreira de uma maneira menos nobre: pelo trabalho. Em Dezembro de 1848, Édouard embarcaria no navio-escola "Havre et Guadeloupe" para o Brasil como um simples marinheiro. Se bem que esta experiência veio confirmar que Édouard não tinha vocação para a marinha, trouxe-lhe contudo uma grande experiência. Foi no Brasil que ele desenvolveu um certo gosto pelo exótico, pelas mulheres e desenvolveu grande repulsa pela escravatura.Também marcou-lhe muito a luminosidade da Baía de Guanabara, o que haveria de deixar traços marcantes na sua maneira de pintar. Após os seguidos fracassos ao tentar entrar para Escola Naval, Manet consegue apoio de seus pais para estudar no ateliê do pintor e mestre Thomas Couture, onde ficou por seis anos. Thomas Couture tinha um estilo académico,pois tinha estudado na École des Beaux-Arts de Paris ("Escola de Belas Artes").Durante seis anos, Manet procurou aprender as bases técnicas da pintura e fez cópias de obras expostas no Louvre, cópias de obras de Ticiano, Velazquez, Tintoretto e Delacroix. Manet completa os seus estudos viajando e conhecendo museus de outros países europeus, tais como,Itália, Holanda, Alemanha, Áustria e outros. Numa dessas suas viagens à Itália, Manet copiaria "Vénus de Urbino" de Ticiano que seria sua inspiração para fazer anos depois para a sua obra "Olympia". No quadro aqui presente uma mulher está sentada numa clareira, durante um piquenique informal com dois jovens galantes vestido à época. Esta grande tela foi trabalhada com grandes manchas de cor, e a luz intensa e directa reduz a forma das figuras ao mínimo. Baseando essas figuras numa composição do pintor Rafael e relembrando o ambiente pastoral de Giorgione,Manet tentou muito conscientemente evocar os elevados ideias da arte renascentista.Essa audaciosa mistura do antigo e do moderno - vida boémia contemporánea misturados com um contexto de Arte Clássica, levou a a que essa sua pintura fosse fortemente condenada pelos críticos e recusada em várias exposições, pela sua audácia e vanguardismo. A finalidade do pintor era no fim de contas, libertar os artistas das doutrinas do academismo e dos temas tirados da literatura, tão em voga.Artista rebelde, desenvolveu uma técnica brilhante, com uma inovadora utilização do preto, tanto nas vestes dos personagens masculinos como nas ramagens das árvores.É uma ironia ter escandalizado, quer os críticos, quero o público, quando E.Manet venerava artistas como Diogo Velásquez e Ticiano.
Esta grandiosa obra intitulada "Déjeuner sur l'Herve", foi realizada por volta de 1862/3, é óleo sobre tela, tem 215x271cm, e pode ser apreciada no Musée d'Orsay em Paris.

sábado, janeiro 22, 2011

Um Bom Spot Publicitário

Prémios Bafta

A British Academy of Film and Television Arts, vulgo BAFTA, já anunciou as nomeações para os Orange British Academy Film Awards, atribuição essa que terá lugar no próximo dia 13 de Fevereiro. Chamo a atenção para o facto de que aqui e ao contrário deo que sucedeu aquando dos Globos de Ouro o magnífico filme Inception aparece nomeado para várias categorias.


MELHOR FILME
BLACK SWAN - Mike Medavoy, Brian Oliver, Scott Franklin
INCEPTION - Emma Thomas, Christopher Nolan
THE KING’S SPEECH - Iain Canning, Emile Sherman, Gareth Unwin
THE SOCIAL NETWORK - Scott Rudin, Dana Brunetti, Michael De Luca, Céan Chaffin
TRUE GRIT - Scott Rudin, Ethan Coen, Joel Coen


MELHOR FILME BRITÂNICO
127 HOURS - Danny Boyle, Simon Beaufoy, Christian Colson, John Smithson
ANOTHER YEAR - Mike Leigh, Georgina Lowe
FOUR LIONS - Chris Morris, Jesse Armstrong, Sam Bain, Mark Herbert, Derrin Schlesinger
THE KING’S SPEECH - Tom Hooper, David Seidler, Iain Canning, Emile Sherman, Gareth Unwin
MADE IN DAGENHAM - Nigel Cole, William Ivory, Elizabeth Karlsen, Stephen Woolley


MELHOR REALIZADOR, ARGUMENTISTA OU PRODUTOR BRITÂNICO EM PRIMEIRA OBRA
-Clio Barnard (Realizador), Tracy O’Riordan (Produtor)
EXIT THROUGH THE GIFT SHOP - Banksy (Realizador), Jaimie D’Cruz (Produtor)
FOUR LIONS - Chris Morris (Realizador e Argumentista)
MONSTERS - Gareth Edwards (Realizador e Argumentista)
SKELETONS - Nick Whitfield (Realizador e Argumentista)


MELHOR REALIZADOR
127 HOURS - Danny Boyle
BLACK SWAN - Darren Aronofsky
INCEPTION - Christopher Nolan
THE KING’S SPEECH - Tom Hooper
THE SOCIAL NETWORK - David Fincher


MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
BLACK SWAN - Mark Heyman, Andrés Heinz, John McLaughlin
THE FIGHTER - Scott Silver, Paul Tamasy, Eric Johnson
INCEPTION - Christopher Nolan
THE KIDS ARE ALL RIGHT - Lisa Cholodenko, Stuart Blumberg
THE KING’S SPEECH - David Seidler


MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
127 HOURS - Danny Boyle, Simon Beaufoy
THE GIRL WITH THE DRAGON TATTOO - Rasmus Heisterberg, Nikolaj Arcel
THE SOCIAL NETWORK - Aaron Sorkin
TOY STORY 3 - Michael Arndt
TRUE GRIT - Joel Coen, Ethan Coen


MELHOR FILME DE LÍNGUA NÃO INGLESA
BIUTIFUL - Alejandro González Iñárritu, Jon Kilik, Fernando Bovaira (México)
THE GIRL WITH THE DRAGON TATTOO - Søren Stærmose, Niels Arden Oplev (Suécia)
IO SONO L’AMORE - Luca Guadagnino, Francesco Melzi D’Eril, Marco Morabito, Massimiliano Violante (Itália)
DES HOMMES ET DES DIEUX - Xavier Beauvois (França)
EL SECRETO DE SUS OJOS - Mariela Besuievsky, Juan José Campanella (Argentina)


MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
DESPICABLE ME - Chris Renaud, Pierre Coffin
HOW TO TRAIN YOUR DRAGON - Chris Sanders, Dean DeBlois
TOY STORY 3 - Lee Unkrich


MELHOR ACTOR
JAVIER BARDEM - Biutiful
JEFF BRIDGES - True Grit
JESSE EISENBERG - The Social Network
COLIN FIRTH - The King’s Speech
JAMES FRANCO - 127 Hours


MELHOR ACTRIZ
ANNETTE BENING - The Kids Are All Right
JULIANNE MOORE - The Kids Are All Right
NATALIE PORTMAN - Black Swan
NOOMI RAPACE - The Girl with the Dragon Tattoo
HAILEE STEINFELD - True Grit


MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO
CHRISTIAN BALE - The Fighter
ANDREW GARFIELD - The Social Network
PETE POSTLETHWAITE - The Town
MARK RUFFALO - The Kids Are All Right
GEOFFREY RUSH - The King’s Speech


MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA
AMY ADAMS - The Fighter
HELENA BONHAM CARTER - The King’s Speech
BARBARA HERSHEY - Black Swan
LESLEY MANVILLE - Another Year
MIRANDA RICHARDSON - Made in Dagenham

MELHOR BANDA SONORA
127 HOURS - AR Rahman
ALICE IN WONDERLAND - Danny Elfman
HOW TO TRAIN YOUR DRAGON - John Powell
INCEPTION - Hans Zimmer
THE KING’S SPEECH - Alexandre Desplat


MELHOR FOTOGRAFIA
127 HOURS - Anthony Dod Mantle, Enrique Chediak
BLACK SWAN - Matthew Libatique
INCEPTION - Wally Pfister
THE KING’S SPEECH - Danny Cohen
TRUE GRIT - Roger Deakins


MELHOR MONTAGEM
127 HOURS - Jon Harris
BLACK SWAN - Andrew Weisblum
INCEPTION - Lee Smith
THE KING’S SPEECH - Tariq Anwar
THE SOCIAL NETWORK - Angus Wall, Kirk Baxter


MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
ALICE IN WONDERLAND - Robert Stromberg, Karen O’Hara
BLACK SWAN - Thérèse DePrez, Tora Peterson
INCEPTION - Guy Hendrix Dyas, Larry Dias, Doug Mowat
THE KING’S SPEECH - Eve Stewart, Judy Farr
TRUE GRIT - Jess Gonchor, Nancy Haigh


MELHOR GUARDA-ROUPA
ALICE IN WONDERLAND - Colleen Atwood
BLACK SWAN - Amy Westcott
THE KING’S SPEECH - Jenny Beavan
MADE IN DAGENHAM - Louise Stjernsward
TRUE GRIT - Mary Zophres


MELHOR SOM
127 HOURS - Glenn Freemantle, Ian Tapp, Richard Pryke, Steven C Laneri, Douglas Cameron
BLACK SWAN - Ken Ishii, Craig Henighan, Dominick Tavella
INCEPTION - Richard King, Lora Hirschberg, Gary A Rizzo, Ed Novick
THE KING’S SPEECH - John Midgley, Lee Walpole, Paul Hamblin
TRUE GRIT - Skip Lievsay, Craig Berkey, Greg Orloff, Peter F Kurland, Douglas Axtell


MELHORES EFEITOS ESPECIAIS
ALICE IN WONDERLAND - Nominees TBC
BLACK SWAN - Dan Schrecker
HARRY POTTER AND THE DEATHLY HALLOWS PART 1 - Tim Burke, John Richardson, Nicolas Ait'Hadi, Christian Manz
INCEPTION - Chris Corbould, Paul Franklin, Andrew Lockley, Peter Bebb
TOY STORY 3 - Nominees TBC


MELHOR CARACTERIZAÇÃO
ALICE IN WONDERLAND - Nominees TBC
BLACK SWAN - Judy Chin, Geordie Sheffer
HARRY POTTER AND THE DEATHLY HALLOWS PART 1 - Amanda Knight, Lisa Tomblin THE KING’S SPEECH - Frances Hannon
MADE IN DAGENHAM - Lizzie Yianni Georgiou


MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
THE EAGLEMAN STAG - Michael Please
MATTER FISHER - David Prosser
THURSDAY - Matthias Hoegg


MELHOR CURTA-METRAGEM
CONNECT - Samuel Abrahams, Beau Gordon
LIN - Piers Thompson, Simon Hessel
RITE - Michael Pearce, Ross McKenzie, Paul Welsh
TURNING - Karni Arieli, Saul Freed, Alison Sterling, Kat Armour-Brown
UNTIL THE RIVER RUNS RED - Paul Wright, Poss Kondeatis


THE ORANGE WEDNESDAYS RISING STAR AWARD
(a ser atribuído por votação do público)
GEMMA ARTERTON
ANDREW GARFIELD
TOM HARDY
AARON JOHNSON
EMMA STONE

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Arte Invernal

Nada como um dia de Inverno como o de hoje em Portugal, para nos regalarmos com alguns quadros de pintores Russos, que elegem esta gélida estação como mote inspirador.E que bem que se saem!Pinturas Magníficas!

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Manual de Sobrevivência de um Professor

Dica 1:Afaste-se dos blogues que insistem em publicar posts sobre o estatuto e a avaliação de desempenho. Mas se é masoquista, continue a perder o seu tempo a autoflagelar-se;
Dica 2: Lembre-se de que vai ter de leccionar até aos 65 anos de idade; para quê incomodar-se em encurtar uns anos a chegada ao topo da carreira? O melhor mesmo é poupar energia e deixar o tempo correr!!!! Já que a ADD é uma fantochada, limite-se a desempenhar as funções lectivas com dignidade e profissionalismo e concentre o seu tempo e energia naquilo que lhe dá prazer;
Dica 3: Evite ao máximo contactar com o director.Afaste-se do gabinete da direcção e passe o menos tempo possível na sala de professores. Lembre-se de que há muita vida fora da escola e ainda mais fora da sala de aula. Sobretudo não caia na tentação de querer salvar crianças e adolescentes que não têm salvação.
Dica 4: Se tiver turmas CEF, ajuste o seu comportamento à realidade; se os alunos quiserem aprender, ensine; se andam ali apenas para passar o tempo, deixe-os andar;
Dica 5: Afaste-se dos pais o mais que puder e quando lhe apetecer dizer alguma coisa nas reuniões, trinque o lábio inferior e fique calado. Lembre-se que tudo aquilo que disser pode ser usado contra si. Em caso de conflito, a palavra do professor tem menos peso do que a do aluno ou dos pais.
Dica 6: A maior parte das reuniões não têm utilidade; dê o seu contributo para as encurtar. Guarde silêncio do princípio ao fim.

Amor à Francesa

Para as mulheres que ainda acreditam que os homens podem ser seres magníficos e muito românticos, eis um filmezinho a ter em atenção.Ver até ao fim!
http://www.6nema.com/page_export.php?id_film=2045

Everything You Always Wanted to Know About Sex

A "mecânica" do sexo dirigida do cérebro. Fabuloso! Vale a pena ver até ao fim este tesouro humorístico, apesar de já ter alguns aninhos.Só rir!

quarta-feira, janeiro 19, 2011

Photoshop

De patinho feio a uma bela rapariga através do photoshop.Incrível!.

Paul Cézanne-O Monte Sainte-Victoire

Paul Cézanne, pintor francês,nasceu a 19 de Janeiro de 1839 (faz hoje precisamente 172 anos) ,em Aix-en-Provence e morreu na mesma cidade em 1906. Filho de um abastado comerciante piamontês, viveu sempre com grande desafogo. Estudou na sua cidade natal, onde se faz amigo do escritor Zola. Em 1861 vai estudar para Paris, onde conhece os futuros impressionistas. Em 1878 volta à sua Provença natal. A partir desta data desenvolve uma arte pictórica pessoal e sumamente original. Até 1895, data em que o mercador Volard lhe organiza uma exposição, a sua arte não é reconhecida. Após uma carreira inicial dedicada aos temas dramáticos e grandiloquentes próprios da escola romântica, Paul Cézanne cria um estilo próprio. Nas suas obras introduz distorções formais e alterações do ponto de visão em benefício da composição ou para ressaltar o volume e peso dos objectos. Concebe a cor de tal modo que define os volumes e, neste sentido, é essencial para a composição. Mas não o subordina às leis da perspectiva. A sua concepção da composição é arquitectónica; segundo as suas próprias palavras, o seu estilo consiste em ver a natureza segundo as suas formas fundamentais: a esfera, o cilindro e o cone. Cézanne preocupa-se mais pela captação destas formas que pela representação do ambiente atmosférico. Não é difícil ver nesta atitude uma reacção de carácter intelectual contra o gozo puramente colorido do impressionismo. Cultiva sobretudo a paisagem e a representação de comestíveis, se bem que também pinte figuras humanas em grupo e retratos. Antes de começar as suas paisagens estuda-as e analisa os seus valores plásticos, reduzindo-as depois a diferentes volumes e planos que traça à base de pinceladas paralelas. Árvores, casas e demais elementos da paisagem subordinam-se à unidade de composição. As suas são paisagens subtilmente geométricas. Cézanne pinta sobretudo a sua Provença natal, posto que as suas obras"O Golfo de Marselha" e as célebres versões sucessivas de "O Monte de Sainte-Victoire", são disso exemplo. É também autor de numerosas representações de comestíveis, tipicamente compostas por maçãs. Nelas leva a cabo uma exploração formal exaustiva que é a terra fecunda de onde surge o cubismo poucos anos mais tarde. Entre as suas representações de grupos humanos são muito apreciadas as suas cinco versões de, "Os Jogadores de Cartas"e "A Dama da Cafeteira", que pela sua estrutura monumental e serena, marcam o grande momento classicista de Cézanne. Na obra que aqui aparece, púrpuras, azuis amarelos e vermelhos recriam uma elevação montanhosa do Sul de França. Mais do que alterar os tons das cores, acompanhando as suas mudanças com a luz e a sombra. P.Cézanne foi um original, visto que mudou as próprias cores! A montanha e a paisagem circundante forma simplificadas em formas e planos de cor. Daí resultou não uma reprodução fiel da cena, mas uma evocação, através da interacção entre luz e sombra. O monte Sainte-Victoire, nas proximidades da sua terra natal, Aix-en-Provence, foi sempre um tema muito querido a Cézanne, dando origem a quadros que se tornaram cada vez mais radicais em termos de concepção. Esta redução da natureza a formas geométricas simples influenciou os fauvistas e os cubistas, que viriam a tomar o seu trabalho como ponto de partida para as suas pesquisas pictóricas.Esta obra, denominada de "O Monte Sainte-Victoire", foi realizada pelo artista por volta de 1885/95, é óleo sobre tela, tem 72,8x91,7cm e pode ser apreciada na casa Fundação Barnes em Merion, França.

O Turista

Há algumas semanas fui ao bonito cinema Alvalade ver o filme "O Turista", remake de um filme de 2005, do realizador Anthony Zimmer.Primeiro começo por dizer que este espaço que agora possui seis salas de cinema,esteve em plena decadência durante anos, foi restaurando e é agora um belíssimo sítio para convívio, posto que possui uma muito boa cafetaria e cinemas muito bons.Nessa cafetaria, o espaço está muito bem decorado, do tecto ao chão, sendo precisamente o tecto algo a ter em atenção.Há também diversos ecrans espalhados pela sala, que vão passando spots publicitários dos filmes em cartaz ou que estarão lá futuramente e isso torna o ambiente muito aprazível.Fazem uns scones muito bons, as saladas são gostosas, os bolos de chocolate uma tentação e o pessoal prima por extrema delicadeza e atenção aos clientes .Comprado o bilhete, e depois de me regalar com uma saborosa fatia de bolo de chocolate, segui para sala.Como disse anteriormente este filme é um remake,(algo muito em moda nos últimos anos), mas o realizador Florian Henckel von Donnersmarck , consegue, e penso que por obra e graça dos actores, Angelina Jolie e J.Depp, que nos esqueçamos do filme anterior e nos concentremos na acção e isso é coisa que não falta.Pelo que li, o filme foi mal recebido nos E.U.A., tendo a critica arrasado a história, salvando-se apenas a prestação de J.Depp, aliás indigitado para os Globos de Ouro, precisamente pelo seu papel (muito bem conseguido) de um atarantado professor de matemática. Não sei o porquê dessas críticas.Evidentemente que quem vai ver este filme, não está a espera de nenhuma obra prima, mas sim de puro entretenimento e isso é na minha modesta opinião, algo plenamente conseguido pelo realizador. A acção é cheia de reviravoltas (este realizador já nos acostumou a isso, 'vide o seu "A Vida dos Outros") centrasse toda em Veneza e quando terminou o filme, a minha vontade, e penso que da maioria das pessoas que vai ver o mesmo, era ir logo a uma agência de viagens comprar um bilhete de avião para Paris e dali seguir de comboio para Veneza, com direito a duas/três noites (no mínimo), num daqueles magníficos hotéis!A fotografia é lindíssima, o realizador consegue filmar Veneza de uma forma absolutamente irresistível,(Veneza vista de cima é algo de surreal!) os mercados, os canais, os restaurantes,as ruas são do mais belo que se possa imaginar, há glamour, luxo, champanhe, lençóis de cetim,festas luxuosas, intriga internacional, muito dinheiro, e sobretudo temos este par que em princípio ninguém imaginaria que conseguisse 'acasalar' tão bem, que é a Angelina Jolie e o J.Depp.Enquanto via o filme, pensava que outro actor destoaria ali, posto que J.Depp, foi a escolha acertadíssima, só ele poderia fazer aquele papel.A.Jolie, magnífica na sua beleza e soberba.Por lá andam também Paul Bettany, Timothy Dalton, este ultimo a dar um 'cheirinho' de 007.Penso que para quem quer diversão e ver paisagens e gente bonita, nada mais do que comprar um bilhete e ver este filme, quanto mais não seja porque nos ajuda a sonhar e a desejar no mínimo fazer a travessia de comboio, Paris-Veneza, que, pelo que é mostrado no filme, deve ser algo de inesquecível!

segunda-feira, janeiro 17, 2011

Globos de Ouro

O filme "A Rede Social» é o grande vencedor dos Globos de Ouro Venceu quatro das seis categorias para que estava nomeado. «A Rede Social» saiu vitorioso da cerimónia dos Globos de Ouro, mas houve outros vencedores. «Os Miúdos Estão Bem» e as séries «Boardwalk Empire» e «Glee» também festejaram. Melhor Filme Dramático, Melhor Realizador para David Fincher, Melhor Argumento e Melhor Banda Sonora foram os quatro galardões que o filme baseado no livro «Milionários Acidentais» sobre o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, levou para casa na 68ª cerimónia dos Globos de Ouro. Aquele que era visto como o favorito da noite, «O Discurso do Rei», acabou por conseguir apenas vencer o prémio para Melhor Actor Dramático, entregue a Colin Firth. Quanto à actriz dramática destacada, foi Natalie Portman a receber a estatueta pelo seu desempenho em «O Cisne Negro», de Darren Aronofsky. «Os Miúdos Estão Bem» foi considerado o melhor na categoria de Filme de Comédia ou Musical e a protagonista, Annette Bening, arrecadou o prémio para Melhor Actriz na mesma categoria. O vencedor do prémio para Melhor Actor de Comédia foi uma das surpresas da noite. Paul Giamatti bateu Johnny Depp, Jake Gyllenhaal e Kevin Spacey e saiu vitorioso pelo seu papel em «Barney's Version». Christian Bale que, depois de «O Maquinista», voltou a perder peso drasticamente para o papel em «The Fighter», foi recompensado com a estatueta para Melhor Actor Secundário. A sua homóloga feminina foi Melissa Leo, distinguida pelo mesmo filme. «Toy Story 3» foi, sem surpresas, o vencedor na categoria de Melhor Filme de Animação e o Melhor Filme Estrangeiro vem da Dinamarca. Chama-se «In a Better World». No campeonato das séries de televisão «Boardwalk Empire», cujo episódio piloto foi dirigido por Martin Scorsese, e «Glee» foram as rainhas da noite nas categorias de Drama e Comédia/Musical, respectivamente. Steve Buscemi, por «Boardwalk Empire», arrecadou o galardão para Melhor Actor numa série dramática, e Jim Parsons, foi reconhecido pela sua interpretação em «The Big Bang Theory», na corrida das séries de comédia ou musicais. As senhoras em destaque na televisão, coroadas ontem à noite, foram Laura Linney, por «The Big C» (Comédia/Musical) e Katey Sagal, por «Sons Of Anarchy» (Drama). Curiosamente, as categorias de actores secundários em séries de televisão ficou numa só casa: «Glee». Levaram os prémios, a cáustica Jane Lynch e o jovem Chris Colfer, o actor-revelação que levou os criadores da série a criar um papel de propósito para ele. A melhor mini-série ou telefilme foi «Carlos», de Olivier Assayas, o filme biográfico sobre o célebre terrorista Ilich Ramírez Sánchez, mais conhecido por «O Chacal», que provavelmente chegará a Portugal na versão cinematográfica de duas horas e meia. Robert De Niro subiu ao palco para receber o prémio honorário Cecil B.DeMille numa cerimónia que foi conduzida por Ricky Gervais. Sendo os Globos de Ouro uma prévia indicação para os Óscares da Academia parece que já temos um vencedor anunciado, que é precisamente "A Rede Social".

domingo, janeiro 16, 2011

Bons Spots Publicitários




Jean Étienne Liotard-A Chávena de Chocolate

Este bonito retrato de uma criada levando um tabuleiro com uma chávena de chocolate é impressionante na sua abordagem simples e directa de um tema tão banal e informal.A fria claridade dos tons da pintura e a linha contínua do contorno da figura, realçam o padrão formado pelas roupas muito coloridas da criada sobre o fundo liso e claro do quadro. Este trabalho de Liotard, contém toda a luminosidade e alegria do estilo rococó francês dos contemporâneos de liotard, antecipando já aqui a abordagem das figuras criadas por J.A.Dominique Ingres e E.Manet.Jean Étienne Liotard, nasceu em Genebra em 1702, e morreu em 1789.Passou vários anos da sua vida na cidade de Constantinopla, onde vai ser muito influenciado pela tradição turca da pintura miniatura, e cujas características surgem neste quadro, nos tons claros, na luminosidade homogénea e na expressão ligeiramente formal da criada.Para além disso Liotard cria uma série de quadros em que os modelos,temas, poses e suas roupagens, denunciam influência árabe.De regresso à Europa, o pintor continuou a usar o traje turco e barba divertindo-se imenso com a notoriedade e fama que isso lhe dava.Este quadro denominado de "A Chávena de Chocolate", foi realizado por volta de 1745, é pastel sobre pergaminho, tem 82x52cm e está está exposto num museu em Dresda.

Beba Leite

Esta compilação de sptos publicitários oriundos do Canadá e que são um incentivo para bebermos leite, está o máximo!É ver e rir!Estes homenzinhos pré-históricos e estes dinossauros, estão magníficos!

Tunísia

Quando comecei a ler e a ver as notícias sobre os protestos de rua de milhares e milhares de jovens na Tunísia, confesso que fiquei perplexa e algo chocada, porque a Tunísia seria para mim dos últimos países africanos a protagonizarem uma tal revolta e com consequências tão trágicas, com jovens a imolarem-se pelo fogo em plena capital. Essa revolta dos jovens desempregados, essa revolução feita por licenciados que acabam os seus estudo, por vezes (se não mesmo sempre), com grandes dificuldades por parte dos pais, e se vêm no desemprego, preteridos por gente ligada ao poder, (porque ali, como em muitos outros países, o mérito não conta, mas sim o teu nome e o poder que tens dentro do estado), fez despertar em mim a lembrança de uma uma viagem que fiz há uns anos a este país.Foram umas férias de Natal e gostei imenso e as recordarei para sempre.Foi muito divertido, descontraído e sobretudo umas férias que fugiram ao padrão habitual.Pelo que na altura me foi dado a ver os tunisinos eram (e considero que continuam a ser) um povo muito calmo e afável.Não são de grandes sorrisos, mas não tivemos qualquer razão de queixa.Andamos por sítios estranhos, fomos até ao deserto e nunca sentimos que estivássemos em perigo, apesar de termos andado por estradas estranhas, locais quase ermos e ruas e bairros estreitos e quase isolados. Lembro que alugamos um carro, muito pequeno, e que quando o vi fiquei chocada, porque iríamos andar imensos quilómetros naquela 'carripana', mas o que é certo é que o 'alemão' dono do rent-a-car não nos enganou.Ele disse que aquilo era uma 'bomba' que andava que se fartava.Na altura pensei que era só apanharmos a estrada e aquilo por lá ficava.Mas não!A 'bomba' andava bem e consumia muito pouco, se bem que mesmo que consumisse muito não gastaríamos muito em gasolina, porque lá ela é barata (pelo menos para o nosso padrão de compra). Lá fomos com o carro.Fizemos quilómetros e quilómetros. Éramos dois casais. O meu namorado da altura dizia para o namorada da minha amiga que era ele que iria conduzir, porque conhecia bem a Tunísia, já lá tinha estado antes e que ele é que sabia tudo, de estradas, ruas,cidades,blá, bla,blá ...Eu nem carta de condução levei, por isso nem fazia intenção de conduzir o carro.A minha amiga apesar de ter levado a carta de condução,também preferiu gozar a viagem e aproveitar para colocar o sono em dia. Bem, o meu namorado, lá pegou no carro e começamos a nossa viagem em direcção ao deserto. Claro que após a paragem para o almoço, teve que entregar os 'pontos'.Estava exausto, porque conduzir na Tunísia é uma autêntica aventura.Eles não respeitam sinais,peões,paragens, cruzamentos, nada!É só andar, para a frente é que é o caminho.Em Tunes vi cenas incríveis, como baterem nos carros uns dos outros e seguirem em frente.Ninguém pára para ver os estragos!Numa cidadezinha do deserto, assisti a outra cena 'de filme'.Um taxi, entra por uma rua muito estreita.O taxi era mais largo mas isso não fez quaqulquer diferença.O taxista arranca por ali dentro e o carro a raspar nas paredes da rua...ele lá seguiu com o carro todo riscado sem se importar com coisa alguma!Só rir!O namorado da minha amiga pegou então no carro e lá fomos nós.Eu não adormeci, não consigo dormir em viagem, tenho medo que o condutor adormeça e nos 'espetemos' contra outro carro, ou nos despistemos, e então aconteceu uma coisa gira, éramos só nós os dois acordados, porque os outros dormiam cada um para seu lado, e nós sempre na conversa, porque a carripana nem rádio tinha para nos distrair.Tivemos alguns encontros com brigadas de trânsito, mas logo que viam que éramos turistas mandavam-nos seguir, nunca nos tentaram 'sacar 'dinheiro eram muito amáveis, e se tínhamos dúvidas lá tentavam explicar num francês mais ou menos aceitável.O que me espantava na Tunísia era a necessidade quase imperiosa que aquele povo tinha dos turistas, e o facto de que quase toda a gente procurar falar um francês mais ou menos límpido.A ligação aos franceses está sempre presente e isso é uma bênção para nós turistas, porque ao ouvi-los parece que nos sentimos um pouco em casa e esquecemos os milhares de quilómetros de distância a que nos encontramos.Os labirinticos bairros de Tunes ou de qualquer outra cidade tem encantos incríveis, entramos neles e como que nos esquecemos do resto do mundo, entramos num mundo quase encantado, de roupas, biblots, comidas, marrocarias, bijuterias, louças, especiarias, calçado...enfim...nada falta ali tudo se regateia, ninguém compra nada (ou não deve comprar) sem antes 'serrar uma perna de presunto' como se costuma dizer.É uma canseira, mas tudo aquilo faz parte do ser de um árabe. Não regatearmos é quase ofensivo, por isso eles próprios dizem que 'os americanos estragam o negócio', porque eles por terem as carteiras recheadas de dólares, compram o que lhes apetece sem nada discutirem, aliás nem o sabem fazer.Nós os portugueses,sempre com mais dificuldades financeiras, somos dados a esses regateios, porque no fundo somos muito parecidos a eles, gostamos dessas discussões de preço e mesmo que o valor dado pelo artigo seja apenas um pouquito menor daquilo que estava estabelecido, a compra sabe melhor, o artigo como que tem mais valor.Eu não sei regatear muito, não tenho jeito, mas o meu namorado e a minha amiga, eram exímios nisso, e lá íamos conseguindo boas pechinchas! Apesar de esgotante, esses regateios eram muito cómicos.Lembro que uma vez entrei na 'disputa' e cheguei a discutir o preço de um guarda chuva, daqueles pequeninos.Incrível!Os odores que pairam no ar são incríveis.Há sítios em que só cheira a açúcar queimado, por causa de pequenos doces, muito gostosos feitos à base de mel e frutos secos. Nos mercados a louça impera, é tudo tão bonito que nem sabemos para onde olhar, só apetece fotografar tudo e também comprar, comprar.Sabe bem depois irmos para um café tomar chá de ementa e comer docinhos.Na altura em que fomos, choveu sempre, mas não estava frio, sabia bem, colocar um chapéu e andar pelas ruas, vendo, fotografando, comprando e rindo com a insistência para que entrássemos nas lojas e comprássemos tudo.Lembro-me que que quando entravámos numa loja e eles ouviam-nos a falar português perguntava se éramos brasileiros!!!Nós dizíamos que éramos portugueses, então perguntavam logo pelo Cristiano Ronaldo e pelo Figo, acho que para eles Portugal só existe por causa desses dois homens.Por vezes, lá encontrávamos alguém que conhecia o Eusébio!!! e de Portugal...mais nada!Queriam que comprássemos tudo o que havia na loja e quando dizíamos que não tínhamos dinheiro, riam e comentavam que ...eles também não tinham!Notei que muitos tunisinos, tanto em Tunes como fora dela, viviam com muitas dificuldades, a miséria era uma constante, muita mendicidade, muitos velhos e crianças a pedirem-nos comida.Por vezes bandos de crianças caminhavam atrás de nós a pedir que lhes déssemos 'un bonbon' quando nos viam a comer aqueles docinhos de mel.E aquilo era tão barato para nós!Para eles era caro!Para muitos o turismo é o seu 'ganha pão', então procuram tratá-lo o mais amavelmente possível, porque o turista pode comprar e a maior parte vive do comércio.A Tunísia tem uma população muito jovem e foram estes que deram o seu grito de revolta, fartos de injustiças constantes.Muitos deles procuram sobreviver através do comércio.Por isso fiquei triste e chocada por as autoridades terem impedido aquele jovem de vender os seus produtos, e do mesmo se ter imolado, tomado de desespero.Que triste fim!Todas as revoluções sangrentas são horríveis, não há paz neste mundo, não há sossego.Pelo que ouvi nas notícias, parece que o presidente Zine El Abidine Ben Ali , que governava este país numa ditadura que durava para mais de vinte anos,fugiu para a Arábia Saudita,as notícias dão conta da tentativa de formação de um governo interino e se considera haver eleições livres.A verdade é que os tunisinos estão desorientados, o país entrou numa grave crise, não há governo, a população tenta sobreviver como pode e há notícias que dizem que a alimentação escasseia nos mercados, uma vez que quase todo o comércio encerrou portas. Há pilhagens,constituíram-se brigadas de populares a fazerem milícias de rua, guardando os seus haveres dos inevitáveis aproveitadores dos bens alheios.Os hóteis de norte a sul do país esvaziam-se de turistas é o 'toca a fugir'.Espero que os tunisinos voltem às suas vidas e que sarem as suas feridas e que voltem a ser um povo povo calmo e que passem a ter bem melhores condições de vida, afinal é isso a que todos almejámos.Que saudades daquelas férias!.

sexta-feira, janeiro 14, 2011

Claude Monet-1840-1926


Para todos os amantes de Pintura e que gostem de Claude Monet (um dos meus pintores preferidos) eis um site que permite-nos fazer uma viagem aos seus magníficos quadros, conhecer um pouco a vida deste pintor , "brincar" e interagir com a suas obras sublimes.Magnifique!

http://www.monet2010.com

The Bank Job

As coisas que nos preocupam são sempre mais óbvias e chamam a atenção. Porque razão os ciclistas nos parecem tão pequenos?Curioso vídeo “The Bank Job” de uma campanha da Câmara Municipal de Londres de promoção da segurança rodoviária para ciclistas. Muita imaginação e originalidade.

Penteados Contra a Sida

Para marcar os 10 anos do programa Cabeleireiros contra a Sida, foi criado um calendário para 2011 com o objectivo de sensibilizar para a prevenção desta doença. A actriz Audrey Tautou foi uma das 12 mulheres famosas a dar a cara por este projecto. É o rosto do mês de Janeiro. A cantora Vanessa Paradis é a figura feminina que ilustra o mês de Fevereiro. A modelo e actriz Lou Doillon foi a inspiração para a página de Março A actriz Diane Kruger é a imagem do mês de Abril.A actriz francesa Cécile Cassel mostra beleza e sensibilidade no mês de Maio. A modelo e actriz Audrey Marnay ilustra o mês de Junho. A top model Doutzen Kroes dá a cara pelo mês de Julho. A exuberante Debra Shaw é a mulher de Agosto. A actriz francesa Ludivine Sagnier aceitou ser a imagem de Setembro. Mónica Cruz é a cara de Outubro. A beleza latina da irmã da actriz Penélope Cruz deslumbra nesta fotografia. A actriz Monica Bellucci representa o mês de Novembro O último mês deste calendário conta com a irreverência de Amandine Decroix. Todos estes visuais foram criados por Nicolas Hieronimus como hairstylist e fotógrafados por Jogn Nollet no âmbito do programa Cabeleireiros contra a Sida, apoiado pela UNESCO e pela Fundação L'Oréal.

quarta-feira, janeiro 12, 2011

Sucker Punch

Sucker Punch passa-se na década de 50, quando uma jovem e rebelde rapariga, é internada numa instituição mental pelo demoníaco padrasto e devido aos seus actos de rebeldia é-lhe aconselhado ser submetida a uma lobotomia. Durante esse período, ela começa a imaginar uma realidade alternativa, cujo mentor a incentiva a roubar cinco objectos de diversos significados, que lhe permitirão atingir a liberdade. Todo a história deste filme, centra-se num universo muito "video games", numa visão algo surrealista e muito fantástica da "realidade".Tem também muitas semelhançças com o universo da banda desenhada nomeadamente a caracterização das personagens, cenários e coreografias.O realizador Zack Snyder, já nos habituou a esse tipo de filmes, nomeadamente no seu "300" e "Watchmen".Pela apresentação que está disponível, o filme fará as delícias dos apreciadores deste tipo de cinematografia.Sucker Punch que se estreará em Abril deste ano conta no elenco com a presença da actriz Abbie Cornish, Jena Malone, Emily Browning, Vanessa Hudgens, Jamie Chung Carla Gugino e Jon Hamm.




domingo, janeiro 09, 2011

Pintando Sobre a Água

Pintando sobre a água, mostra até que ponto vai o engenho e a imaginação humana.Vale pena ver até ao fim.
http://biertijd.com/mediaplayer/?itemid=21674

sexta-feira, janeiro 07, 2011

quinta-feira, janeiro 06, 2011

John Singer Sargent-Rua de Veneza

Trata-se de uma obra em que o artista americano John Singer Sargent representa uma Rua de Veneza. A temática parece estranha, uma vez que Singer estava mais dedicado aos retratos do que à paisagens.É dele um esboço muito bonito feito a carvão do grande poeta W.Butler Yeats, entre outros magnifios retratos. No entanto, ao retratar esta rua de Veneza mostra a sua habilidade para pintar paisagens algo intimistas. Amigo intimo de Claude Monet, adorava como ele, pintar em 'plein air'.Este quadro elaborado ao ar livre numa das múltiplas viagens que realizou a Veneza, mostra-nos uma das ruas desta cidade e desta tela vivemos o silêncio que desprende, e isso fica a dever-se ao facto de ter sido pintada na altura da 'siesta', quando os italianos descansam, logo depois do almoço.É por este motivo que toda a tela está quase desértica de gente, com a presença apenas de dois homens que conversam distraindo-se com a passagem da personagem principal da tela. A fachada das casas apresentam uma pintura velha e algo carcomida, evidenciando a passagem do tempo. Mesmo assim, a luz que impregna a composição é uma luz ténue, mas agradável, que compensa a dureza do negro dos trajes das duas personagens masculinas. Também em segundo plano, e já num traço algo esbatido, vemos um grupo de três pessoas sentadas no patamar de suas casas, conversando aprazivelmente à luz do entardecer. A mulher que domina toda a tela caminha com passos decididos e ligeiros, tem os olhos semiabertos, entrecruzando as mãos para as resguardar do gélido frio invernal.A seriedade do seu vestido cor de marfim e o longo xaile negro por cima dos ombros são contrastadas pelo vermelho do seu chapéu e blusa.J.Singer Sargent (1856-1925) realizou esta obra por volta de 1882.É óleo sobre tela, denomina-se de Rua de Veneza e pode ser apreciada no National Gallery of Art em Londres.


video

Lojas Do Futuro


quarta-feira, janeiro 05, 2011

Malangatana Valente Ngwenya-1936-2011







Malangatana Valente Ngwenya nasceu a 06 de junho de 1936 em Matalana, uma povoação do distrito de Marracuene, às portas da então Lourenço Marques, hoje Maputo. Foi pastor, aprendiz de curandeiro (tinha uma tia curandeira) e mainato (empregado doméstico).A mãe bordava cabaças e afiava os dentes das jovens locais (uma moda da altura), o pai era mineiro na África do Sul. Com a mãe doente e um pai ausente, Malangatana foi viver com o tio paterno e estudou até à terceira classe. Só aos 11 anos começou a trabalhar porque já era “adulto” e podia fazer tudo, de cuidador de meninos a apanha-bolas no clube de ténis.
Nos últimos 50 anos foi também muito mais do que pintor. Fez cerâmica, tapeçaria, gravura e escultura. Fez experiências com areia, conchas, pedras e raízes. Foi poeta, actor, dançarino, músico, dinamizador cultural, organizador de festivais, filantropo e até deputado, da Frelimo, partido no poder em Moçambique desde a independência. Morreu esta madrugada, no Hospital Pedro Hispano em Matosinhos, vítima de doença prolongada.Tinha 74 anos de idade.

terça-feira, janeiro 04, 2011

Aqueduto das Águas Livres














Considerado como o local mais bonito de Lisboa no virar do século, a impressionante estrutura ergue-se sobre o vale de Alcântara.A construção de um Aqueduto para levar água à cidade deu a D.João V, oportunidade para satisfazer a sua paixão pelas construções grandiosas, uma vez que a única área de Lisboa que tinha água era o bairro de Alfama.O projecto vai por diante e vai ser pago com o produto de uma taxa que passou a ser aplicada sobre a carne, o vinho, o azeite e outros produtos comestíveis.Apesar de não ter sido terminado no século XIX, em 1748 já fornecia água à cidade de Lisboa.A sua conduta principal mede 19km, mas o cumprimento total, incluindo os canais secundários, é de 58km!!A sua parte mais espectacular é constituída pelos 35 arcos sobre o vale de Alcântara, o mais alto dos quais mede 65m de altura. O caminho público por cima do aqueduto, outrora muito agradável, esteve fechado desde 1853 em parte devido aos crimes praticados por um psicopata de seu nome Diogo Alves, um tarado sanguinário espanhol que veio viver para portugal com dois anos e por cá ficou.Este homem durante dois anos aterrorizou aquela zona pois apanhava as suas vitimas distraídas, e as atirava do alto dos seus arcos. Mesmo após a sua condenação e posterior enforcamento, nunca se conseguiu explicar o que o levou a adquirir uma chave falsa do Aqueduto das Águas Livres, onde se escondia, para assaltar as pessoas que passavam, atirando-as de seguida do aqueduto, com 65m de altura. Na altura, chegou a pensar-se numa onda de suicídios inexplicáveis, e foram precisas muitas mortes - só numa família registaram-se quatro vítimas - para que se descobrisse que era tudo obra de um criminoso.É de lembrar que este homem foi o último condenado morte em Portugal. Hoje, é possível dar um passeio guiado por cima dos mesmos. Também há visitas ocasionais ao reserva tório da Mãe D'Água.Como estas visitas não são regulares é bom contactar com antecedência o Museu da Água. Na extremidade do aqueduto, a Mãe D'Água das Amoreiras, surge uma espécie de castelo que outrora serviu como reservatório. O projecto original, de 1745 é da autoria do arquitecto húngaro Carlos Mardel.Completado em 1834, tornou-se num popular local de encontro para os monarcas e as suas amantes.Hoje este espaço muito idílico é usado para exposições de arte, desfiles de moda e outros eventos sociais.Um sitio a visitar para quem gosta der passeios pedestres.

segunda-feira, janeiro 03, 2011

Filmes 2010/ 2011

Na minha modesta opinião o ano de 2010 em termos cinematográficos foi excelente, excelente mesmo. Acho que irá haver uma luta renhida para a atribuição dos Óscares e isso já é verificável nas escolhas para os Globos de Ouro.Realizaram-se filmes que fugiram do padrão habitual e se não houvesse a praga do 3D (que para mim não serve rigorosamente para nada) diria que a colheita de 2010 é das melhores que se tem verificado de há uns anos para cá.A liderar as minhas escolhas está o magnifico filme de C.Nolan "Inception" / A Origem, mas poderia referir o excelente documentário o "Inside Job", o magnífico "The Last Station","Shutter Island","O Escritor Fantasma", passando pelo "Alice no País das Maravilhas", "The Book of Eli","The Kick Ass","Jogo Limpo","Cela 211","Harry Potter e os Talismás da Morte",O Concerto","A Rede Social","The Wolfman","Os Miúdos Estão Bem","O Americano","A Ressaca","Repo Man","Due Date","O Mágico","Escrito no Céu","Contra-Luz","Burlesque","Cópia Certificada","Toy Story 3", "Entrelaçados", entre tantos outros bons filmes.
Pelo que li o filme "A Rede Social" o "The King's Speech" e o "The Fighter" estão na linha da frente para arrecadaram os Globos de Ouro, e como todos sabemos estes prémios são sempre indicadores para os vencedores dos Óscares. Não vi ainda o "The Fighter" nem o "The King's Speech", mas vi "A Rede Social" e na minha modesta opinião não é filme merecedor de qualquer Globo de Ouro nem muito menos de qualquer Óscar.Mas as surpresas são sempre apanágio do mundo cinematográfico, as surpresas desagradáveis...e isso é verificável no facto do filme dos irmãos Coen,"Indomável" nem fazer parte da lista dos candidatos ao Globo de Ouro!Enfim....
Para 2011, há já a registar boas estreias em Portugal.Começo pelo que me parece ser um bom filme quanto mais não seja pelos actores:"O Turista", com J.Depp e A. Jolie .Registo também o "Warrior's Way"," The Black Swan","Batlle Los Angeles","The Skyline"," The Fighter","Hereafter","Chloe","The Source Code"," "Aliens and Cowboys","Red Riding Hood","The King's Speech" "Indomável","Priest","Tron-Legacy"e "A Tempestade" com a excelente Helen Mirren.